Dicas para usar
Criar e fazer
Inspirar
Fique por dentro
Cia da Meia

21/01/2014 - Fique por dentro
Tribos Urbanas: Hipsters

Hipsters são jovens geralmente de classe média, entre 18 e 30 anos, que buscam sempre estar um passo à frente do que vai ser notícia e são obcecados por novidades. Justamente por isso, costumam ser inovadores e tradutores de novas tendências. Entretanto, no momento que uma banda, som ou estilo ganha demasiada exposição, é abandonada por eles.
 
Deste modo, o estilo é uma mistura de referências novas e antigas, criando um visual único que acaba por disseminar tendências alternativas, influenciando as pessoas ao seu redor. Entre seus principais interesses estão moda, arte, música e cinema.
 
 
Estão fortemente ligados à produção criativa, participando de festas de arte, estratégias de marketing viral, tornando ídolos de páginas de estilo, produzindo seus blogs e, claro, tirando muitas fotos, com inúmeros modelos de câmera que são lançadas a cada semana. 
 
O estilo dos hipsters é pontuado pela mistura de referências vintage com peças mais modernas, criando um visual único que acaba por disseminar tendências alternativas. Costumam comprar muita coisa em brechós para garimpar o que há de diferente. Para eles, o importante é carregar peças que contem histórias e mostrar para o mundo através das roupas, um pouco dos gostos pessoais e da intelectualidade. 

Na montagem dos looks, existe uma grande parte de sobreposição, para as mulheres, camisas, suéteres e cardigãs com aspecto vintage são combinados a calças jeans ajustadas ou shorts de cintura alta, os acessórios são pontos fortes, como os chapéus clássicos e óculos grandes a preferência. Para os homens também nota-se uma grande mistura de referências, sendo que T-shirts, suéteres e camisas xadrez são usadas com calças jeans, está com a barra encurtada. A preferência é sempre por peças de brechó, evidenciando o aspecto de antigo e resgatando alguns acessórios como chapéus, gorro e óculos de aro grosso.

Fonte: Portal Usefashion


05/09/2013 - Fique por dentro
Tribos Urbanas: Skatistas

O vestuário típico dos skatistas era dominado por bermudas e T-shirts, devido a sua ligação com o surfe, junto a isso vinha acompanhada por elementos de proteção como joelheiras e cotoveleiras. Hoje em dia mais peças compõem o vestuário, como moletons, camisas xadrez e calças em jeans ou sarja.
 
As roupas utilizadas pelos skatistas costumam ser peças simples, com exceção das calças que possuem várias modelagens mais amplas e confortáveis e com vários bolsos e acessórios. O mais importante é a variedade de estampas e silks, bem expressivas e com uma interferência da cultura urbana marginal, o graffiti também é bastante associado à tribo e entra na composição das estampas. Bonés também são acessórios importantes na composição do look da tribo, assim também como o tênis por serem ligados ao esporte.
 
 
 
Dentre os vários gêneros musicais que compõem o estilo dos skatistas, o que mais se destaca é o hardcore, que é o ritmo apressado e bruto do punk. Essa tribo também aprecia bandas menos caóticas como Setentistas Black Sabbath e Deep Purple, mais que são igualmente barulhentas. Podemos citar também bandas como Ratos de Porão e Replicantes que são importantes no cenário musical e que foram associadas ao movimento. Hoje em dia também temos na tribo estilos musicais como o hip hop e o rap.
 
Na parte artística, uma referência importante para a tribo é o controverso artista plástico Basquiat que elevou o graffiti à categoria de arte e aparecendo em importantes galerias de arte. E a partir deste momento esta arte ganhou o respeito e reconhecimento contribuindo para a legitimação do skate. 

Fonte: Portal Usefashion


12/06/2013 - Fique por dentro
Tribos Urbanas: Cosplayers

Cosplayers se vestem de acordo com personagens específicos. A maioria das inspirações vem dos desenhos japoneses. O “ponto de encontro” dos cosplayers é em eventos que acontecem ao redor do mundo. A tribo cosplay existe desde o ano de 1939, a partir de uma convenção de ficção cientifica em Los Angeles.
 
Existe uma feira no Japão chamada Comiket (ou Comic Market), que em algumas edições chegou a ultrapassar meio milhão de visitantes. O maior evento de cosplay fora da Ásia, fica em San Diego Comic Con , que atingiu 140 mil visitantes na edição de 2009, o chamariz do Comic Con é a participação de celebridades de séries e filmes relacionados á fantasia, ficção cientifica e quadrinhos.
 
 
Os praticantes cosplayers tem idade entre 14 e 18 anos, mais atinge homens e mulheres com até 30 anos. Entre eles tem interesses em comum como o de ler revistas em quadrinhos, jogar vídeo game, navegar na internet, fazer sua própria fantasia e se reunir com outros cosplayers. No Japão o cosplay é presente entre todos os jovens, já no Brasil é mais limitado aos jovens de classes mais altas, pois o custo das fantasias e as viagens para participar em eventos em diversos países é muito alto.
 
 
Sakura Haruno - Naruto
 
Scorpion - Mortal Kombat
 
Yori Yoshizuki - I´S
 
Uma característica interessante sobre o cosplay é que muitas vezes os gêneros são trocados, os homens se vestem de personagens femininos e as mulheres de personagens masculinos, pois os próprios personagens apresentam na maioria das vezes características andróginas.

Fonte: Portal Usefashion


06/06/2013 - Fique por dentro
A Meia na Moda

Quando as meias foram criadas, tinham como objetivo de proteção contra o frio, era a maneira de manter os pés mais protegidos e aquecidos.
 
Mais tudo evolui e com a meia não seria diferente, com o desenvolvimento da indústria têxtil, a meia deixou de ser um produto simples e passou a ser um produto mais fashion e inovador, com desenhos diferentes, cores, listras e padrões mais ousados.
 
Hoje em dia, as meias são confeccionadas com matéria-prima cada vez melhor, existem muitos tamanhos diferenciados, desde os modelos invisíveis até os que passam do joelho, são desenvolvidos também meias mais anatômicas direcionadas para à prática de esportes.
 
As meias estão cada vez mais presentes no mundo da moda, tanto é que estão cada vez mais charmosas e sendo vistas em desfiles como você pode conferir abaixo. 
As meias esportivas também aparecem com toques diferentes dos formais, o mesmo acontece nas meias para o frio, combinadas com botas.

 
 
Você pode conferir vários modelos de meias em nosso Catálogo.


04/06/2013 - Fique por dentro
Economia Doméstica - Parte 3

Esta matéria finaliza a última parte sobre economia doméstica, com dicas sobre imóvel e de como usar seu 13º salário.
 
Guia do primeiro imóvel
 
 Primeiro passo: economizar
A regra básica para a compra do primeiro imóvel é já ter uma certa quantia de dinheiro guardada para poder pagar uma boa entrada. Mesmo que você já tenha dinheiro guardado, mas pensa em adquirir sua casinha daqui 10 anos, faça um planejamento financeiro para conquistar seu objetivo.

"Tudo depende de quanto à pessoa já possui guardado, qual o tempo que ela tem para acumular para comprar o imóvel e se ela está disposta a correr certos riscos". Se você quer investir à longo prazo, pode destinar um percentual de seus investimentos para uma carteira de ações que, neste caso, reduz os riscos e oferece boas oportunidades. "Outro investimento interessante é o chamado Tesouro Direto, investimento que mescla segurança e boas rentabilidades".
 
Cuidados ao alugar uma casa
 
 
Se você nunca alugou um imóvel antes, se prepare: além de visitar pessoalmente o local, é importante prestar atenção em alguns detalhes que fazem toda a diferença no bolso no final do mês, para se preocupar apenas em curtir a casa nova. "Em primeiro lugar, pense na condição financeira da família e escolha uma casa ou apartamento que se encaixe dentro do orçamento". O ideal é reservar até 1/3 do seu salário para a moradia - ou seja, se o seu salário bruto é R$2 mil, o máximo que é recomendado gastar com aluguel é R$667. Assim, você deixa uma folga no orçamento para pagar o condomínio, contas de luz, água, telefone, supermercado, TV a cabo, escola das crianças, entre outros gastos fixos e variáveis. Além de planejar o orçamento e visitar o imóvel pessoalmente, há outros fatores importantes a considerar, como a localização do imóvel, que costuma encarecer bastante o preço do aluguel e dos serviços na vizinhança.
 
Use o 13º salário para começar o Ano Novo sem dívidas
 
 
 Dê prioridade às dívidas
A primeira coisa a fazer é quitar o que você estiver devendo, seja compras parceladas, empréstimos, financiamentos, cartão de crédito ou cheque especial. Informe-se sobre campanhas de quitação de dívidas e procure fazer acordo com os credores. A maioria dá bons descontos para quitação à vista. Priorize as dívidas com juros mais altos, como o cartão e o cheque especial. Você pode ainda antecipar parcelas de financiamentos, também ganhando descontos.